Adorar e Prestar Culto – Qual a Diferença?Imprimir
Questões Bíblicas – Perguntas e Respostas (Parte VII)
PERGUNTA:

Ao dizermos que Jesus não é Deus, no sentido amplo aplicado unicamente ao Pai, como devemos entender certos versículos que relatam experiências de pessoas que adoravam também o Filho de Deus?

RESPOSTA:

Ao se traduzir uma palavra do seu original, deve-se levar em conta os seus diversos significados, aplicando-a corretamente de acordo com o seu contexto. Temos como exemplo a palavra “proskuneô”, que pode ser traduzida por: reverenciar, homenagear, inclinar-se, prostrar-se, receber respeitosamente, adorar, etc. A palavra tem o sentido de “sujeição” e nunca é utilizada no sentido de “prestar culto a Deus”. Infelizmente muitas versões bíblicas traduzem equivocadamente o termo “proskuneô”, causando situações embaraçosas para aqueles que defendem a doutrina da trindade.

Quando o assunto se refere ao serviço religioso de culto ao Deus Todo Poderoso, neste caso é utilizada a palavra grega “latreuô”, que significa: prestar culto. É importante ressaltar que todas as vezes que esse termo aparece no Novo Testamento, nenhuma vez ele foi aplicado em relação a Jesus. Relacionamos a seguir os textos, não todos, mas apenas alguns em que aparece o termo “latreuô”:

1. MATEUS 4:10 - “Então disse-lhe Jesus: Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás e SÓ A ELE SERVIRÁS.”

O termo “servirás” neste verso bíblico vem do original grego (latreuô), cujo significado é “PRESTAR CULTO” e neste caso Jesus foi enfático: “...SÓ A ELE (Deus) SERVIRÁS.”

Não confundir o verbo “servir” que aparece no versículo 10 com o verbo “servir” que aparece no versículo 11:

“Então o diabo o deixou; e eis que vieram os anjos e o SERVIRAM.” Mateus 4:11.

O verbo “servir” que aparece em Mateus 4:11 vem do original grego “diakoneô”, que significa: servir, prestar serviço, prover com serviço, etc. É nesse sentido que os anjos serviram a Jesus.

É relevante, pois, analisar os termos originais utilizados em cada texto, dando a cada um deles o seu verdadeiro significado. E, além disso, como já foi esclarecido, deve-se analisar todo o contexto para que o verdadeiro sentido da palavra original a ser traduzida seja corretamente aplicado.

2. LUCAS 1:74 – “De conceder-nos que, libertados da mão de nossos inimigos, O SERVÍSSEMOS sem temor.”

3. LUCAS 2:37 – “E era viúva, de quase oitenta e quatro anos. Não se afastava do templo, SERVINDO a Deus noite e dia em jejuns e orações.”

4. LUCAS 4:8 – “Respondeu-lhe Jesus: Está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a Ele SERVIRÁS.”

5. ATOS 7:7 – “Mas Eu julgarei a nação que os tiver escravizado, disse Deus; e depois disto sairão, e Me SERVIRÃO neste lugar.”

6. ATOS 24:14 – “Mas confesso-te isto: que, segundo o caminho a que eles chamam seita, assim SIRVO ao Deus de nossos pais, crendo tudo quanto está escrito na lei e nos profetas.”

7. ATOS 26:7 – “A qual as nossas doze tribos, SERVINDO a Deus fervorosamente noite e dia, esperam alcançar; é por causa desta esperança, ó rei, que eu sou acusado pelos judeus.”

8. ATOS 27:23 – “Porque esta noite me apareceu um anjo do Deus de quem eu sou e a quem SIRVO.”

9. ROMANOS 1:9 – “Pois Deus, a quem SIRVO em meu espírito, no evangelho de Seu Filho, me é testemunha de como incessantemente faço menção de vós.”

10. FILIPENSES 3:3 – “Porque a circuncisão somos nós, que SERVIMOS a Deus em espírito, e nos gloriamos em Cristo Jesus, e não confiamos na carne.”

11. II TIMÓTEO 1:3 – “Dou graças a Deus, a quem desde os meus antepassados SIRVO com uma consciência pura, de que sem cessar faço menção de ti em minhas súplicas de noite e de dia.”

12. HEBREUS 9:14 – “Quanto mais o sangue de Cristo, que pelo Espírito eterno se ofereceu a si mesmo imaculado a Deus, purificará das obras mortas a vossa consciência, para SERVIRDES ao Deus vivo?”

13. HEBREUS 12:28 – “Pelo que, recebendo nós um reino que não pode ser abalado, retenhamos a graça, pela qual SIRVAMOS a Deus agradavelmente, com reverência e temor.”

14. APOCALIPSE 7:15 – “por isso estão diante do trono de Deus, e O SERVEM de dia e de noite no Seu santuário; e Aquele que está assentado sobre o trono estenderá o Seu tabernáculo sobre eles.”

15. APOCALIPSE 22:3 – “Ali não haverá jamais maldição. Nela estará o trono de Deus e do Cordeiro, e os Seus servos O SERVIRÃO.”

Há quem use este último verso citado para dizer que “latreuô” é aplicado também ao Cordeiro (Jesus), e dessa forma tanto Deus quanto o Cordeiro receberiam culto. Porém, o texto é claro: “O servirão” e não “Os servirão”. Apenas um é cultuado e não dois. O próprio texto de Apocalipse 7:15, citado anteriormente, não deixa dúvida a quem está se referindo essa passagem bíblica, que confirma a informação dada por Paulo em I Coríntios 15:28 – “E, quando todas as coisas Lhe estiverem sujeitas, então também o próprio Filho se sujeitará Áquele que todas as coisas Lhe sujeitou, para que Deus seja tudo em todos.” A tese criada pelos trinitarianos resulta numa situação estranha, inexistente na Bíblia, pois ela não se harmoniza com as próprias palavras do Messias, quando disse: “Vai-te Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e SÓ A ELE SERVIRÁS.” Mateus 4:10. Não há espaço nesse verso para dizer que Jesus estivesse falando dele mesmo à Satanás.

Ressaltamos, pois: O termo “culto” (do grego latreuô), nenhuma vez foi aplicado a Jesus, mas apenas ao seu Pai, o nosso único Deus. Pensar diferente seria negar as palavras de Jesus, quando ele orou ao seu Pai: “E a vida eterna é esta: que Te conheçam a Ti, o único Deus verdadeiro, ...” João 17:3. E também seria negar as palavras de Paulo, quando disse: “Para nós há um só Deus, o Pai, ...” I Coríntios 8:6.

Apresentamos a seguir alguns versículos bíblicos, em que aparece a palavra “proskuneô” e como ela foi traduzida segundo algumas versões:

1. MATEUS 2:11

De acordo com a versão Almeida, impressa pela Sociedade Bíblica do Brasil: “E, entrando na casa, acharam o menino com Maria sua mãe, e prostrando-se, o ADORARAM; ...”

De acordo com a Bíblia de Jerusalém, este versículo foi traduzido assim: “Ao entrar em casa, viram o menino com Maria, Sua mãe, e, prostrando-se, o HOMENAGEARAM.”

Analisando o contexto, pergunta-se: Os magos vieram prestar “proskuneô” ao menino Jesus como rei dos judeus, ou vieram prestar “proskuneô” ao Deus Todo Poderoso? Para se tirar essa dúvida, é preciso ler o que os magos perguntaram quando chegaram a Jerusalém: “Onde está o REI DOS JUDEUS recém-nascido? Com efeito, vimos a sua estrela no seu surgir e viemos homenageá-lo.” Mateus 2:2. Não há dúvidas, pois, que a tradução da Bíblia de Jerusalém está correta, pois indiscutivelmente os magos não estavam considerando a Jesus como Deus, mas alguém que teria ofícios dignos de honra aqui na Terra, por terem feito referência a Jesus como REI.

2. MARCOS 5:6

O texto trata de um homem possuído por demônios e que teve um encontro com Jesus.

De acordo com a versão revisada da tradução de João Ferreira de Almeida, impressa pela Imprensa Bíblica Brasileira: “Vendo, pois, de longe a Jesus, correu e ADOROU-o.” Interessante que esta mesma versão traduziu um outro texto que se refere ao mesmo assunto da seguinte forma: “Quando ele viu a Jesus, gritou, PROSTROU-se diante dele, e com grande voz exclamou: que tenho eu contigo, Jesus, Filho do Deus Altíssimo? Rogo-te que não me atormentes.” Lucas 8:28.

Há registros na Palavra de Deus que as hostes satânicas foram expulsas do Céu por terem rejeitado ao Deus Todo Poderoso. Com base neste fato pergunta-se: Existe alguma coerência de eles decidirem “adorar” a Jesus aqui na Terra? Estaria o homem possuído por demônios adorando a Jesus, apesar de ele o ter chamado de “Filho do Deus Altíssimo”? Outras versões traduzem corretamente o texto da seguinte maneira:

“Ao ver Jesus, de longe, correu e PROSTROU-SE diante dele.” Bíblia de Jerusalém.

“Ele viu Jesus de longe, correu, CAIU DE JOELHOS diante dele.” A Bíblia na Linguagem de Hoje, SBB, 1975.

De acordo com o relato bíblico, o que realmente aconteceu é que este homem, possuído por demônios, não teve a mínima intenção de prestar culto a Jesus, mas simplesmente caiu de joelhos diante do Mestre Jesus a fim de rogar-lhe que não o atormentasse (Lucas 8:28).

3. JOÃO 9:38

Trata-se do caso de um cego de nascença que foi curado por Jesus. Eis como o texto foi traduzido:

De acordo com a versão revisada da tradução de João Ferreira de Almeida (IBB): “Disse o homem: Creio, Senhor! E o ADOROU.”

Mais uma vez a Bíblia de Jerusalém contextualiza o fato e traduz em harmonia com o verdadeiro sentido da palavra: “Exclamou ele: Creio, Senhor! E PROSTROU-SE diante dele.”

Igualmente a Bíblia Judaica Completa traduz o texto da seguinte maneira: “Senhor, eu confio!, ele disse, e se AJOELHOU diante dele.”

Se a “Adoração” do cego tinha sentido cultual (prestar culto a Deus), conforme entendem os trinitarianos, certamente os fariseus, sempre ávidos em incriminar a Jesus, teriam reagido violentamente e não hesitariam em apedrejar os envolvidos até a morte. Mas, a Palavra de Deus nos relata que eles apenas se incomodaram por Jesus tê-los chamado de cegos (João 9:40). A verdade é que o cego apenas prostrou-se diante de Jesus numa atitude de respeito. Nada de incomum havia acontecido. Prostrar-se diante de uma outra pessoa era muito normal nos tempos antigos. Dentre os muitos exemplos, citaremos apenas três. Há o relato bíblico dos irmãos de José, quando eles se “prostraram” diante dele em um de seus encontros no Egito (Gênesis 43:26). O próprio Natã, profeta de Deus, “prostrou-se” diante do rei Davi (I Reis 1:23). Até mesmo Moisés prostrou-se diante do sogro e o beijou (Êxodo 18:7).

4. APOCALIPSE 3:9

Eis o texto na íntegra: “Eis que farei aos da sinagoga de Satanás, aos que se dizem judeus, e não o são, mas mentem, eis que farei que venham, e ADOREM prostrados aos teus pés, e saibam que eu te amo.” De acordo com a versão revisada da tradução de João Ferreira de Almeida (IBB).

A insistente tradução do grego (proskuneô) por “adorar” nas nossas Bíblias, tem criado situações esquisitas. Uma delas diz respeito ao texto em análise, pois, segundo o entendimento de alguns sinceros cristãos, Jesus estaria dizendo que certas pessoas deveriam adorar outras. A verdade é que a ação dos da sinagoga de Satanás, induzidos a vir e “prestar homenagem” diante dos pés dos cristãos, claramente não é adoração, no sentido cultual. Esse mesmo texto foi traduzido pela Bíblia de Jerusalém da seguinte forma: “Vou entregar-te alguns da sinagoga de Satanás, que se afirmam judeus, mas não são, pois mentem; farei com que venham PROSTRAR-SE a teus pés e reconheçam que eu te amo.”

5. HEBREUS 1:6

“E outra vez, ao introduzir no mundo o primogênito, diz: E todos os anjos de Deus o ADOREM.”

Muitos sinceros cristãos que defendem a doutrina da trindade usam este texto no sentido cultual, conferindo a Jesus a posição de “divindade”. No entanto, o texto revela exatamente o contrário, pois os anjos não precisam receber ordem para adorar a Deus, eles o fazem espontaneamente. A palavra “proskuneô” traduzida nesse verso por “adorem”, tem o sentido de reverenciar, prestar homenagem, etc. Assim, tomando-se como base o que já foi analisado até aqui, podemos afirmar que os anjos, embora reverenciem (proskuneô) a Jesus, não o cultuam (latreuô).

A Palavra de Deus esclarece, contudo, que Jesus merece toda a nossa reverência, respeito e inclusive devemos honrá-lo como honramos a Deus: “Para que todos honrem o Filho, assim como honram o Pai. Quem não honra o filho, não honra o Pai que o enviou.” João 5:23.

Concluindo, entendemos que devemos honrar a Jesus, mas não cultuá-lo como se cultua a Deus, seu Pai.






E-Folheto (Folheto eletrônico)
Entregue um folheto deste estudo bíblico pela internet através do e-mail.
É fácil, basta informar o e-mail no campo abaixo e clicar em enviar.
Remetente:
Nome*:
E-mail:
Destinátario:
Nome:
E-mail*:
(*)Preenchimento obrigatório

Fale conosco:
Nome:
Cidade/UF:
E-mail: (Seu e-mail não será divulgado)
Pergunta ou Comentário:
Deseja publicar sua pergunta ou comentário?
 
E este evangelho do reino será pregado no mundo inteiro, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim. (Mat 24:14)
contato@verdadeemfoco.com.br